sábado, 26 de maio de 2007

O que não me consegues pedir...


E era tão simples, acredita!
Bastava que tivesses coragem
Foste injusto e não me respeitaste
As palavras que escreveste
Não as conseguiste dizer
E foram as piores que já li até hoje
Soubeste bem como me magoar
Tentaste deitar-me abaixo
E quase conseguiste...
Atacaste a minha integridade
Puseste em causa a minha fidelidade
Anulaste os nossos bons momentos
Acabaste com tudo
Agora já nada resta
Nem de mim, nem de ti, nem de nós
Apenas ficou por acontecer um grande amor
Apenas ficou por dizer...
Desculpa













8 comentários:

A disse...

Quando as coisas acabam fica sempre tanta coisa importante por dizer. Mas o que mais magoa é quando o que fica por dizer é o mais simples!

triliti star disse...

...

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

Dawa disse...

Hum... É tão triste qdo as coisas acabam assim. Mas guardar mágoa tb n adianta e n ajuda a seguir em frente. Pelo menos é o que eu acho...
Beijinhos!

NeLiNhA disse...

é estranho como as histórias que lemos são, por vezes, as nossas próprias histórias :) muito fica por dizer, todos os dias...

menina das sardas disse...

é, realmente, incrível a dificuldade que as pessoas têm em pedir desculpa!!! Não entendo!!! É tão simples!

...

às vezes o melhor é ficarem coisas por dizer... às vezes... às vezes era bom que pudessemos passar uma borracha em tudo o que nos deixa infelizes, não era? infelizmente isso não é possível... temos que ter força para superar estes momentos... força!!!! vais conseguir ultrapassar tudo isto e, mais tarde, vais conseguir sorrir quando olhares para tras!

*'s

Calimera disse...

As desculpas evitam-se. Manda-o lamber sabão :) .....

Devemos de agir por forma a evitar essa palavra, no entanto é uma palavra simples, mas de tamanho indefinido.
É preciso ter humildade suficiente para a saber utilizar de coração e aí sim é um acto digno.

Concinha da Mata disse...

Como eu te entendo, acabo de passar por algo que me magoou muito, uma relação que terminou e não consigo sequer recordar os momentos que foram tão bons!